terça-feira, 8 de junho de 2010

Radar

E não é que vai ter Bahia nos corredores da SPFW?!



Sopro, movimento, alma, Ânima. Essas são as palavras mágicas que definem o espírito da 29* SPFW. E para falar de expressão, felicidade e criatividade própria dos brasileiros, a equipe de criação do evento veio a Bahia a convite do Paulo Borges, conhecer a sigularidade desse povo lestino do Brasil.



Aqui talvez não encontraram os tecidos e seus alfaiates, mais sim a mina de panos traçados e seus artesãos, que vivem para dar expressão a um movimento muito mais profundo do que a superficialidade de simplesmente cobrir corpos . Aqui fala-se de ação, raça e transformação! E todo esse enredo plastificado poderá ser visto aos olhos do mundo através das obras de Alberto Pita e Mundão, artistas que dão vida as cores já saturadas mais nunca esquecidas nos muitas vezes ardilosos dias baianos.

Em tempos que falar de Brasil e da possibilidade de expressar visualmene toda a sua potencialidade criativa subjetiva tornou-se quase obrigação, sem dúvida mostrar a Bahia foi a melhor sacada !

E para aqueles que não descobriram ainda o que é essa Bahia e negam essa real participação, basta sentar e ver o mundo girar. Infelizmente só quando o bolso começar a sentir, é dada a tardia hora de levantar....



da redação, Diane Lima

Nenhum comentário: